O calor da gravação analógica com tempero digital

///O calor da gravação analógica com tempero digital

O calor da gravação analógica com tempero digital

Plug-in Studer® A800 Multichannel Tape Recorder, da Universal Audio

Que o tema “analógico X digital” já esgotou suas possibilidades de discussão entre os profissionais de áudio disso ninguém tem dúvida. Cada um já está definidamente na sua praia e ponto final. É unânime que os benefícios do mundo digital vieram para ficar e que a “textura” das gravações analógicas é algo que ainda (eu disse ainda) está para ser alcançada pela tecnologia. Tanto é que já foram publicados no Overdubbing matéria sobre os plug-ins comercializados pelo site www.abbeyroadplugins.com que emulam ferramentas clássicas de masterização, como o equalizador TG 12412, de quatro bandas, além dos consoles TG12410 e TG12414; o TG 12413 Limiter, representando os mesmos tipos de compressores utilizados pelos Beatles e pelo Pink Floyd, no disco Dark Side of the Moon

Gravador Studer A800Seguindo o mesmo caminho tecnológico, a empresa Universal Audio oferece, dentre as dezenas de plug-ins profissionais que desenvolve, um que propõem justamente adicionar “calor” às gravações feitas no meio digital. Trata-se do plug-in Studer® A800 Multichannel Tape Recorder, versão virtual do aclamado gravador multicanal de fita de 2” Studer® A800. Entretanto, para quem deseja utilizar o software, será preciso ter no computador a placa UAD-2 DSP Accelerator da Universal Audio. Para mais informações, acesse a página do plug-in, ou assista o vídeo abaixo (em inglês).

*Overdubbing no Twitter*   I   * Overdubbing no Facebook *

Colunas no Overdubbing
Caminhos da composição
Mídias musicais
Produçao musical
Sonhos de um produtor
Pro Tools

2011-04-19T08:21:58+00:00 abril 19th, 2011|Categories: equipamentos, Softwares & Plug-ins|Tags: , , , |

About the Author:

One Comment

  1. Sergio Filho abril 19, 2011 at 9:39 am - Reply

    É, meu amigo, as coisas estão evoluindo. Para onde, eu sinceramente não sei.
    Acho que a ideia da maioria desses plugins é vender às custas das grifes do áudio. Na minha opinião, alguns desses valem a pena. O Studer é um que pra mim não vale o que custa. Você citou os Abbey Road, eu os adoro. Mas não acho que minha mixagem vá soar como Dark Side of The Moon por causa disso. Os Abbey Road são práticos e rápidos de se chegar num bom resultado, e é isso que interessa. Ao invés de investir nesse plugin da Studer com o UAD, eu usaria essa grana para comprar um bom conversor AD, isso vai fazer bastante diferença na captação do áudio.
    Excelente matéria!
    Grande abraço!

Leave A Comment