Tico Santa Cruz fala sobre internet, gravadoras, livros e downloads

//Tico Santa Cruz fala sobre internet, gravadoras, livros e downloads

Tico Santa Cruz fala sobre internet, gravadoras, livros e downloads

Em entrevista concedida gentilmente a Sergio Filho, Tico Santa Cruz, vocalista dos Detonautas e dos Raimundos, fala um pouco da sua experiência com gravadoras, internet e downloads. Confira!

Tico, em todo esse contexto de crise, a gravadora ainda se mostra uma parceira de peso?
Tico: Apenas como um elemento a ser usado para a divulgação do trabalho e não como o principal como era visto antigamente.

Você é um artista que domina as ferramentas da internet, principalmente o Blog e o Twitter. Como essas atividades têm ajudado a encontrar novos fãs? E o contato com os antigos?
Tico: Se não fosse a internet os veículos de massa, algumas grandes rádios já teriam me isolado como fizeram com artistas que contestaram o sistema nos anos que precederam essa tecnologia. Se ainda existe um Tico Sta Cruz para o público é porque eles não conseguiram me calar.
Os fãs e os críticos convivem em simbiose comigo.

Essa sua interação tem se mostrado eficiente, interessante e bastante comentada, como o que aconteceu no episódio da van que foi parada em uma blitz rodoviária. Entretanto, percebi uma chuva de ofensas e críticas nada construtivas nos veículos noticiários. O que você pensa a respeito dessa liberdade imoderada que veio junto com a  Internet?
Tico: A liberdade de expressão é a maior conquista que tivemos dentro da pseudo democracia que vivemos. Sou amado e odiado mas não pertenço a indiferença. Se as pessoas comentam é porque se importam, ninguém perde tempo falando a respeito de alguém ou de algo que não significa nada.

Você se interessa bastante por leitura. Você concorda com a ideia do livro-software?
Tico: Não me imagino lendo um livro desses, mas posso mudar de ideia. Eu gosto mesmo é de poder folhar, sublinhar, jogar o livro na parede ou no chão quando algo me emociona a ponto de me remeter reações extremas (risos)

O que você pensa a respeito dos e-readers?
Tico: Qualquer pessoa que esteja lendo é importante num país onde ninguém lê porra nenhuma.

Você já leu algum livro no computador?
Tico: Li os escritos de uma blogueira que me passou os originais de seu livro por um site desses que oferece a opção. Gostei do livro dela, mas senti falta de tê-lo em minhas mãos para deitar e ler mais confortavelmente.

E o CD, na sua concepção, sobrevive?
Tico: Sobrevive, como um presente, para colecionadores, há nichos que consumirão Cd. Todavia será apenas mais uma maneira de se ouvir música e não mais a principal.

E o download? Você já comprou algum disco via download?
Tico: Eu compro discos ainda. Quase não baixo música, mas já baixei alguma coisa. Acho que essa viagem da indústria fonográfica em tentar impedir a circulação de música nos sites de trocas de arquivos é o retrato da mentalidade engessada do povo que só pensa no dinheiro e esqueceu que o mundo mudou. Eles terão de se virar agora. Nunca comprei disco via download.

Deixe um recado para seus fãs e uma dica para quem tem banda e que entrar no mercado.
Tico: Antes de querer entrar no mercado, procure fazer algo que possa transformar o mercado, ser mais um no meio desse mar de lixo não é vantagem alguma. Por outro lado se só quiser fama, grana e mulheres, aproveite a oportunidade que qualquer um desses charlatões atuais lhe oferecer e os sugue conscientemente de que quando você não for mais útil ira ser descartado como tantos outros já foram.

Quer ser rebelde de verdade? Então leia livros, seja inteligente e questionador.
Num país de analfabetos e analfabetos funcionais a rebeldia está em ser inteligente.

2010-11-18T10:31:48+00:00 novembro 18th, 2010|Categories: entrevistas|Tags: , , , , , , , |

About the Author:

7 Comments

  1. […] This post was mentioned on Twitter by Rafael Cavalcanti, Overdubbing. Overdubbing said: Tico Santa Cruz fala sobre internet, gravadoras, livros e downloads…. http://fb.me/GswlzAAc […]

    • André Iunes Pinto novembro 19, 2010 at 7:10 am - Reply

      Muito bom, meu amigo! Quando quiser contribuir com o Overdubbing, as portas estarão abertas!

  2. limewire info novembro 22, 2010 at 3:10 pm - Reply

    ah

  3. Pedro Wick dezembro 6, 2010 at 4:33 am - Reply

    Cada vez mais me torno fã desse cara!
    não costumo comprar discos, normalmente faço download de muitos
    mas fiz questão de comprar o ‘Detounautas Acustico, vale muito a pena!

  4. Sergio Pai dezembro 15, 2010 at 6:21 pm - Reply

    Ele fala do ponto de vista de quem está dentro do sistema e quase foi expulso dele. Basta não rezar mais pela cartilha do mainstream que os caras te vêem como um dejeto a ser excretado…
    Felizmente a Internet veio para resolver este e outros problemas… Com ela agora a força está com o povo… o problema é que o povo ainda desconhece sua força…

  5. […] ala dos que também pensam assim estão o cantor e ex-ministro da cultura Gilberto Gil, Tico Santa Cruz, vocalista da banda Detonautas Roque Clube e Thom Yorke, líder do Radiohead. O Radiohead, por […]

  6. Lucas abril 7, 2011 at 9:02 am - Reply

    Apesar de não gostar de Detonautas e nem do Tico, essa entrevista mostra um pouco da opinião que muitas pessoas ainda tem em relação ao cd.

Leave A Comment